An: Associação Suíça de Empresas de Construção Civil

Responsabilização na Proteção à Saúde e Regras para o Trabalho durante o Calor no Verão

Responsabilização na Proteção à Saúde e Regras para o Trabalho durante o Calor no Verão

Os signatários desta petição solicitam à Associação Suíça de Empresas de Construção Civil que levem a sério a proteção da saúde e que regulamentem o trabalho durante o calor no verão.

Embora haja recomendações e diretrizes da SECO e da SUVA sobre o trabalho em tempo quente, a realidade nos locais suíços de construção mostram que os empreiteiros não podem ou não querem segui-las.

Warum ist das wichtig?

As ondas de calor são cada vez mais fortes e prolongadas na Suíça e põem em risco cada vez mais a saúde dos trabalhadores da construção civil. As reportagens da mídia demonstram isso claramente. Durante anos, a Associação Suíça de Empresas de Construção Civil se recusou a introduzir regras vinculadas e uniformes para trabalhar em condições de tempo quente, transferindo assim a responsabilidade pela saúde nas costas dos trabalhadores da construção civil.

Os exemplos no Cantão de Vaud, Ticino ou na Áustria mostram que as soluções são possíveis. Contudo a Associação Suíça de Empresas de Construção Civil se recusa e impede uma regulamentação clara que proteja a saúde dos trabalhadores.

São necessárias regras claras e vinculadas a nível setorial. Essa é a única maneira de proteger a saúde dos trabalhadores. Devido a seu tamanho, influência política e tradição de parceria social, a Associação Suíça de Empresas de Construção Civil serve de modelo. O prazo e as pressões de custo não devem ser usadas como desculpa. É preciso encontrar soluções que se apliquem a todos, de modo que os empregadores possam assumir suas responsabilidades e os trabalhadores sejam protegidos.

As soluções existentes mostram que isso é possível. É incompreensível que os construtores rodoviários no Ticino, os construtores da construção civil em Vaud ou os trabalhadores da construção civil na Áustria saibam quando as obras devem ser interrompidas por razões de proteção à saúde, mas não é possível encontrar uma solução que se aplique também a Zurique, Basileia ou Sion. Portanto, pedimos à Associação Suíça de Empresas de Construção Civil que finalmente assuma sua responsabilidade e abandone sua atitude de bloqueio. Tomemos medidas concretas para um futuro melhor durante o tempo quente do verão suíço.

Kategorien